Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como seria Nova York se ela ficasse em outro planeta?

Ilustrador mostra, de maneira cientificamente correta, como seria a paisagem da cidade em diversos pontos do Sistema Solar. Em alguns lugares, a poeira e o pó obscurecem o horizonte; em outros, a Estátua da Liberdade seria destruída por poderosos ventos. Em todos, a vida seria impossível

A Terra é um ambiente único no Sistema Solar. Vários fatores, como a distância em relação ao Sol, a atmosfera e o clima relativamente ameno, forneceram ao planeta condições singulares para o desenvolvimento da vida. O homem, e toda a civilização decorrente de sua evolução, não poderiam surgir em nenhum outro local. Para deixar isso claro, o ilustrador americano Nickolay Lamm mostrou o que aconteceria com uma região urbana se ela fosse transportada para outros planetas do Sistema Solar. O ponto escolhido foi a cidade de Nova York – uma das paisagens mais conhecidas do planeta -, com a Estátua da Liberdade à frente.

Nickolay Lamm criou assim uma série de paisagens exóticas. Algumas cobertas de pó e nuvens de gás, outras assoladas por terríveis vendavais e tempestades, todas completamente inóspitas – sem condições de suportar a vida. “Essas imagens da cidade de Nova York em diferentes planetas mostram como nosso próprio planeta é especial. Ao fazer essas ilustrações, eu espero encorajar as pessoas a tomar mais cuidado com a Terra”, disse o ilustrador em entrevista ao site de VEJA.

Em abril, o artista havia feito outro trabalho com intenções semelhantes. Ao mostrar cidades americanas inundadas, ele quis chamar atenção para o tema das mudanças climáticas. Para fazer os mapas das regiões alagadas, usou dados da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos.

Dessa vez, Nickolay Lamm contou com a ajuda da astrobióloga Marilyn Vogel, que trabalhou durante cinco anos na Nasa. Ela explicou ao ilustrador qual era a composição química da atmosfera de cada um dos planetas, e qual seria o efeito que ela teria sobre a cidade de Nova York. Desse modo, ele foi capaz de mostrar de maneira cientificamente precisa como a cidade se pareceria em cada um dos oito planetas. “É importante destacar que, para os planetas gasosos, nós assumimos que a porção de terra está flutuando em uma ilha. De outro modo, a cidade despencaria do céu”, disse o ilustrador, que publicou as imagens no site Storage Front.