Clique e assine a partir de 9,90/mês

Como cientistas descobriram qual foi a primeira ave que já existiu

Pesquisadores britânicos afirmam ter encontrado o possível ancestral comum de todos pássaros modernos

Por Sabrina Brito - 19 mar 2020, 17h26

Um artigo publicado no último dia 18 na revista científica Nature relata a descoberta do fóssil do pássaro moderno mais antigo já encontrado. O animal teria tido entre 25 e 35 centímetros e vivido há aproximadamente 66,8 milhões de anos sendo extinto logo após impacto de asteroide que acabou com os dinossauros.

Sabe-se que as aves modernas evoluíram de dinossauros carnívoros, mas a época em que o primeiro pássaro surgiu permanece um mistério. A estimativa indica que o surgimento tenha sido de 110 a 70 milhões de anos atrás.

De acordo com os pesquisadores, o novo fóssil parece ser evolutivamente próximo do ancestral comum aos dois maiores grupos de aves atuais (aquele que originou as galinhas e o que originou os patos). O fóssil foi descoberto há cerca de 20 anos na Bélgica.

A falta de dentes no crânio foi o primeiro indicativo de que se tratava do ancestral dos pássaros modernos. O nome oficial da nova ave é Asteriornis maastrichtensis, em referência à deusa grega das estrelas cadentes, Astéria.

Continua após a publicidade

O pássaro teria pesado aproximadamente 400 gramas. Segundo os cientistas, sua cabeça seria parecida com aquela de uma galinha comum, enquanto a parte de trás da cabeça pareceria com a de um pato. Suas patas, longas e finas, sugerem que o animal tenha vivido na costa.

Publicidade