Clique e assine a partir de 9,90/mês

Cientistas encontram molécula responsável pela queima de gordura corporal

A eficácia do composto independe de mudanças na dieta; no entanto, pode ser que a substância só seja bem-sucedida em ratos

Por Sabrina Brito - 11 Jun 2020, 15h41

De acordo com um artigo publicado no último dia 14 no periódico científico Nature Communications, cientistas da universidade norte-americana Virginia Tech identificaram uma molécula capaz de diminuir a gordura corporal de ratos em laboratório. A queda nos níveis de gordura foram independentes de qualquer mudança na dieta ou na massa muscular dos roedores.

Aproximadamente 13% da população global sofre com obesidade. Além dos perigos trazidos pela doença em si, ela pode impactar no surgimento de outros males correlacionados, como doenças cardiovasculares e diabetes. Assim, a importância do estudo norte-americano pode ser gigantesca.

A molécula é um desacoplador de mitocôndrias chamado BAM15. Ela é capaz de diminuir a resistência à insulina no corpo e tem efeitos benéficos na inflamação do organismo. Segundo os cientistas, a ação do composto pode ajudar no tratamento e prevenção da obesidade, diabetes e de certas doenças que acometem o fígado.

Se a eficácia da molécula for comprovada, pode-se cogitar a produção de medicamentos que possuam o composto e atuem na perda de gordura corporal. Seria o fim dos tratamentos para obesidade que demandam mudanças radicais na dieta.

Continua após a publicidade

Contudo, é preciso manter em mente que o sucesso do BAM15 em ratos não significa que seres humanos obterão os mesmos benefícios com o novo tratamento — afinal, ele pode funcionar apenas em roedores, por exemplo. É possível que cientistas tenham de procurar moléculas parecidas para então testar seu funcionamento no corpo humano e compreender qual é mais eficaz.

Publicidade