Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cientistas descobrem Super-Terra a apenas 16 anos-luz de distância

O planeta foi classificado como um dos três mais parecidos com a Terra

Cientistas descobriram uma Super-Terra potencialmente habitável a apenas 16 anos-luz (equivalente a 151,3 trilhões de quilômetros) do nosso planeta, o que a torna a mais próxima já descoberta. O planeta Gliese 832 c têm por volta de 5,4 vezes a massa da Terra e orbita uma estrela ao redor da qual já foi encontrado também um planeta semelhante a Júpiter.

Os cientistas anunciaram a descoberta na última semana e a pesquisa, liderada por Robert Wittenmyer, astrônomo da Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália, será publicada no periódico The Astrophysical Journal.

O novo planeta está mais próximo de sua estrela do que a Terra do Sol, mas recebe uma quantidade de calor parecida, pois orbita uma anã-vermelha, mais fria do que o Sol. O planeta foi adicionado ao Catálogo de Exoplanetas Habitáveis e foi classificado no Índice de Similaridade com a Terra (ESI, na sigla em inglês) como um dos três mais parecidos com o nosso planeta.

Informações ainda desconhecidas, como sua composição ou atmosfera, podem reduzir a semelhança com nosso planeta. Se ele for envolto por uma atmosfera densa, típica de Super-Terras, por exemplo, talvez suas temperaturas sejam quentes demais para torná-lo habitável.

Leia também:

Uma galáxia com 40 bilhões de Terras

Astrônomos descobrem a primeira Mega-Terra