Clique e assine com até 92% de desconto

Cientistas dão fim às lágrimas causadas pela cebola

Japoneses criam uma cebola com uma de suas enzimas modificada, impedindo a formação dos gases que irritam os olhos e causam o choro dos cozinheiros

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h05 - Publicado em 31 mar 2015, 18h56

Já é possível cortar uma cebola sem sentir os olhos ardendo e acabar chorando. Pesquisadores da empresa japonesa House Food Group conseguiram fabricar uma “cebola sem lágrimas”. Modificada quimicamente, ela não provoca efeito algum em nossos olhos.

Quando cortamos uma cebola, os olhos ardem e lagrimejam porque componentes dela reagem e formam gases, especialmente o propanetial-S-óxido. Em contato com a umidade dos olhos, a substância forma uma solução (muito diluída) de ácido, que produz a sensação de queimação. O organismo reage, produzindo mais água para limpar esse ácido – aumentando a choradeira.

Leia também:

Comer frutas e legumes deixa jovens mais calmos e felizes

Brasileiro consome menos frutas e legumes do que o ideal

Enzima fraca – A cebola modificada feita pelos japoneses não causa essa ardência porque uma das enzimas que produz a substância propanetial-S-óxido está enfraquecida. Em 2013, a mesma equipe venceu o prêmio Ig Nobel de química (uma paródia do Prêmio Nobel) por ter desvendado o mecanismo que faz a cebola provocar lágrimas. Neste estudo, publicado em 2012 na prestigiada revista Nature, os pesquisadores já afirmavam que seria possível modificar cebolas e criar uma versão que não causasse lágrimas.

Nesta segunda-feira, a empresa anunciou que conseguiu realizar esse projeto, mas a cebola sem choro ainda não tem previsão de ser comercializada. Enquanto isso não acontece, o melhor método para não chorar ao cortar a cebola ainda é colocá-la no congelador antes de cortá-la, pois isso diminui a velocidade com que os gases se formam.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade