Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cientistas criam máscaras que aguçam visão e audição

Protótipos criados por pesquisadores da Royal College of Art permitem ao usuário regular a capacidade de ver e ouvir de acordo com suas necessidades

Pesquisadores da universidade britânica Royal College of Art desenvolveram dispositivos capazes de aguçar os sentidos de visão e audição, permitindo que a pessoa regule a capacidade de ver e ouvir de acordo com suas necessidades.

“O que vivenciamos no mundo são diversos sinais que se sobrepõem. Nós podemos usar a tecnologia para isolar e amplificar aqueles que queremos”, afirmam os pesquisadores do chamado projeto Eidos, que consiste em dois equipamentos experimentais, um para a visão e outro para a audição.

O dispositivo de visão tem o formato de um grande par de óculos. Um dos efeitos que o usuário pode escolher é semelhante ao de uma fotografia de longa exposição, que “grava” o rastro de objetos em movimento. Para obter esse efeito, o aparelho envia as imagens captadas por uma câmera para um computador, que utiliza um software especial para processá-las e exibi-las ao usuário.

Já o Eidos Áudio , que cobre a boca, o nariz e os ouvidos, possibilita isolar um determinado som em meio a outros ruídos do ambiente. Pode ser uma pessoa falando em uma multidão ou até mesmo o baterista de uma banda em um show de rock. Diferentemente de fones de ouvido comuns, que têm dois canais, direto e esquerdo, o aparelho têm três: os dois fones e mais uma peça bucal para a fala. A área externa é atingida pelos alto-falantes, enquanto a peça bucal fala diretamente ao ouvido interno, usando a transmissão cerebral. Isso cria a sensação de ouvir alguém falar de dentro da sua cabeça.

Aplicações – Os pesquisadores dizem que o dispositivo de visão pode ser utilizado por atletas e seus treinadores para observar a performance com precisão em tempo real e criar estratégias para melhorá-la. Ele também pode ser utilizado para aprimorar a experiência de assistir a espetáculos de dança, teatro ou desfiles de moda.

Quanto ao Eidos Áudio, os pesquisadores acreditam que o aparelho pode ajudar no desenvolvimento de crianças com transtornos de atenção ou hiperatividade, eliminando as distrações do ambiente e facilitando a concentração, e pode também reverter danos à audição causados pela idade.

De acordo com Tim Bouckley, um dos integrantes da equipe de pesquisadores, os dispositivos ainda são protótipos, mas já funcionam. Ele afirma que o próximo passo é fazer com que essa tecnologia se torne wireless (sem fio), o que aumentaria a mobilidade do usuário.