Clique e assine com até 92% de desconto

China inicia testes de sistema alternativo ao GPS

Por Da Redação Atualizado em 6 Maio 2016, 16h50 - Publicado em 27 dez 2011, 10h45

A China iniciou nesta terça-feira os testes operacionais de seu próprio sistema de navegação e posicionamento por satélites, o Beidu (Ursa Maior). O serviço ainda é limitado geograficamente – cobrirá apenas parte da continente asiático em 2012 -, mas a expectativa é de que a partir de 2020 tenha alcance mundial.

Os chineses trabalham desde 2000 em seu sistema de navegação para não depender do Global Positionning System (GPS), americano; do Galileu, o projeto de navegação via satélite da União Europeia; ou do russo Global Navigation Satellite System (GLONASS).

O serviço chinês envolverá futuramente 35 satélites, que serão utilizados por diversos setores, entre eles os de pesca, meteorologia e telecomunicações. A China já lançou dez satélites e pretende lançar outros seis ainda em 2012.

O país asiático tem planos espaciais ambiciosos no setor, que incluem a criação de uma estação espacial e uma viagem tripulada à Lua.

(com AFP)

Continua após a publicidade
Publicidade