Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Barba é atraente quando não está na moda, diz estudo

Segundo pesquisadores, quando há muitos homens barbados nas ruas, aqueles de cara lisa são considerados mais charmosos — e vice-versa

Quando há mais homens com barba do que sem, aqueles de cara lisa são considerados mais atraentes – e vice-versa. Essa é a constatação de uma pesquisa publicada nesta quarta-feira no periódico Royal Society journal Biology Letters e conduzido por estudiosos da Universidade de New South Wales, na Austrália.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Negative frequency-dependent preferences and variation in male facial hair​

Onde foi divulgada: periódico Royal Society journal Biology Letters

Quem fez: Zinnia J. Janif, Robert C. Brooks e Barnaby J. Dixson

Instituição: Universidade de New South Wales, na Austrália

Resultado: Quanto os homens barbados são predominantes, aqueles de cara lisa são considerados mais atraentes – e vice-versa.

Os cientistas mostraram a 1 666 voluntários, a maioria do sexo feminino, 36 imagens de rostos masculinos, nas quais as 24 primeiras eram de três tipos: homens com barba, sem barba ou uma mistura dos dois estilos. Nas doze imagens finais, que eram sempre uma combinação de rostos barbados ou lisos, os participantes deveriam atribuir uma nota à aparência dos fotografados.

Leia também:

Beleza atrapalha a mulher e ajuda o homem na procura por emprego, diz pesquisa

Mulheres acham homens de vermelho mais atraentes, revela estudo

A preferência entre homens com ou sem barba dependeu das imagens entregues aos voluntários inicialmente – os que viram fotos de rostos barbados avaliaram como mais atraentes aqueles sem pelo, e vice-versa.

Esse comportamento foi denominado como “dependência da frequência negativa na seleção sexual” e, segundo os estudiosos, é presente em diferentes espécies de animais. “Essas tendências geralmente se repetem em ciclos de 30 anos, mas, com a internet, as coisas estão se movendo muito mais rápido”, disse ao jornal britânico The Guardian Robert Brooks, um dos autores da pesquisa e professor de comportamento animal.

Agora, os pesquisadores estão trabalhando em um estudo que identificará a ligação entre a barba e o conceito de masculinidade.