Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Astrônomo Ronaldo Mourão morre no Rio de Janeiro

Cientista de 79 anos estava internado devido à uma pneumonia

O astrônomo e físico Ronaldo Mourão morreu nesta sexta-feira, aos 79 anos. Ele estava internado no hospital Quinta D’or, no Rio de Janeiro, com pneumonia. Era considerado o maior nome da astronomia brasileira. Fundou o Museu de Astronomia e Ciências Afins em 1985 e elaborou os verbetes sobre o tema em edições dos dicionários Aurélio Buarque de Hollanda e da Enciclopédia Britânica do Brasil. Trabalhou pela democratização desse campo do conhecimento, produzindo artigos para jornais e programas de rádio.

Leia ainda:

Tempestade solar quase causou ‘apagão geral’ na Terra

Ciência à prova de erros – e fraudes