Clique e assine a partir de 8,90/mês

Argentino encontra presa de mastodonte ao cavar poço em seu jardim

O fóssil, que especialistas acreditam ser de um mastodonte de 10.000 anos, foi encontrado na cidade de San Lorenzo, a 300 km da capital argentina

Por Da Redação - Atualizado em 6 Maio 2016, 16h08 - Publicado em 6 nov 2014, 17h22

Um homem que cavava um poço em seu jardim encontrou um fóssil que especialistas acreditam ser de um mastodonte de 10.000 anos de idade na cidade de San Lorenzo, a 300 quilômetros ao norte da capital argentina. “Supomos que se trate de um mastodonte e que sua presa era de marfim, mas precisamos realizar estudos para confirmar nossas suposições”, declarou ao canal Todo Noticias Gines Benitez, chefe do Museu Histórico Regional de San Lorenzo.

O fóssil de 1,6 metro foi encontrado por um homem chamado Alcides, quando cavava um poço no fundo da casa que está construindo em San Lorenzo, uma cidade vizinha de Rosário, a terceira maior do país. “Eu estava escavando e em um dado momento encontrei algo muito duro. É comum achar raízes ou tijolos enterrados, mas isso era diferente. Ao remover o solo ao redor, encontrei um osso enorme”, disse o homem à imprensa local.

San Lorenzo está localizado nos Pampas e é uma área onde já foram encontrados outros mastodontes, que pertencem à família dos mamutes, mas são um pouco menores. Esses animais costumavam ser herbívoros, com presas que podiam pesar cerca de 8 quilos. Eles viveram durante o Pleistoceno (intervalo entre 1,8 milhão e 11.500 anos atrás).

Leia também:

Estudante do ensino médio descobre fóssil raro de filhote de dinossauro

Em despedida de solteiro, amigos encontram fóssil de 3 milhões de anos

(Com Agência France-Presse)

Continua após a publicidade
Publicidade