Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Acomodando um bebê: o que acontece com o corpo na gravidez?

Animação mostra as alterações físicas que ocorrem no interior do corpo da mulher conforme o feto se desenvolve, mudando a disposição dos órgãos

Na gravidez, conforme o bebê cresce, vai ocupando cada vez mais espaço dentro da mãe. Por isso, durante as 40 semanas de gestação, o corpo da mulher passa por alterações drásticas, algumas das quais, como o crescimento da barriga e dos seios, que podem ser percebidas fisicamente. No entanto, não é só isso que muda – internamente, os órgãos da mãe também têm de se realocar para acomodar a criança que está por vir. Coincidindo com a aproximação do Dia Internacional da Mulher, que é nesta quarta-feira, o Museu da Ciência e Indústria de Chicago, nos Estados Unidos, divulgou recentemente uma animação que mostra o impacto da gravidez no corpo da mulher conforme ela se ajusta fisicamente para abrir espaço ao bebê em desenvolvimento. O curto vídeo interativo faz parte de uma exposição que está sendo exibida no museu, chamada Make Room for a Baby – algo como “arranjar espaço para um bebê”, em português.

A animação está disponível no portal do museu e também em vídeo. As imagens acompanham a gestação trimestre a trimestre, mostrando como os órgãos da mulher vão sendo cada vez mais “espremidos” pelo bebê enquanto a barriga cresce lentamente. A bexiga, por exemplo, é pressionada para baixo, enquanto o fígado se desloca para cima, ficando comprimido entre o pulmão e o intestino. No pós-parto, é possível ver todos os órgãos voltando ao lugar.

Além das imagens, o vídeo também vem acompanhado de frases de mães descrevendo cada etapa de sua gravidez. “Algo que deveria ter apenas um quilo pode estar te chutando assim tão forte? Às vezes ele é de tirar o fôlego!”, diz uma das mães entre a vigésima quinta e vigésima oitava semana de gestação. “É aterrorizante, de certa forma. É como se dissesse ‘coloque ele de volta, eu não estava pronta!’”, conta outra, após o parto.

Confira o vídeo (em inglês):