Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Zoo vai separar casal de pinguins machos no Canadá

Por Da Redação 10 nov 2011, 15h04

Por Toronto

– O zoológico de Toronto vai separar um casal de pinguins africanos machos que compartilham o ninho desde que chegaram ao local há cerca de um ano. Mas, como os animais estão entre as espécies ameaçadas de extinção, as autoridades da instituição planejam separar Pedro e Buddy para que possam procriar com fêmeas.

O casal tem o que é conhecido como “ligação social”, mas não necessariamente sexual, afirmou Tom Mason, responsável por pássaros e invertebrados do zoológico, nesta quarta-feira. O zoo recebeu centenas de ligações por causa do casal. Mason disse que recebeu até uma chamada de uma pessoa dizendo representar a Sociedade Canadense para Animais Gays, grupo que não pôde ser localizado imediatamente.

A história do par homossexual se espalhou pela internet, resultando em vídeos no site YouTube. Programas humorísticos também se aproveitaram da história, com Jimmy Kimmel chamando-a de “Brokeback Iceberg”.

Mas não é assim como parece, disse Mason. “Os pinguins são sociais e precisam de companhia. O grupo em que vieram era de machos solitários esperando pela chance de fazer par com fêmeas”, lembrou Mason, que recebeu os animais de um zoológico dos Estados Unidos no início do ano. “Eles formaram um par lá e chegaram assim; é nosso trabalho fazê-los encontrar as fêmeas”.

Buddy, de 21 anos, teve uma parceira fêmea por dez anos e produziu crias, mas sua parceira morreu, contou Mason. Já Pedro, de 10 anos, ainda não procriou. As informações são da Associated Press

Continua após a publicidade
Publicidade