Clique e assine a partir de 8,90/mês

Vítimas de acidente com ônibus são enterradas em SP

Corpos serão liberados para o sepultamento a partir das 9 horas. Mortes causaram comoção no interior paulista

Por Da Redação - 29 out 2014, 06h41

Serão enterrados na manhã desta quarta-feira os corpos de dez das onze vítimas do acidente com ônibus de estudantes e docentes na cidade de Borborema, no interior paulista. Na madrugada de terça-feira o veículo que transportava os estudantes se chocou com uma carreta na Rodovia Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304). O velório, realizado no Ginásio de Esportes, começou no fim da tarde de terça-feira. Logo cedo foi realizada uma missa de corpo presente e a previsão é de que o cortejo fúnebre saia do local às 9 horas para o sepultamento no cemitério municipal.

Após o acidente, os corpos foram levados para o Instituto Médico Legal de Araraquara e liberados à tarde para o velório. Mais de 3.000 pessoas participaram das homenagens às vítimas. As mortes causaram comoção em toda a cidade. Uma das vítimas, a professora Roseneide Aparecida Casetta Montera foi enterrada em Itápolis na noite de terça-feira.

O grupo de estudantes e professores voltava de uma excursão a São Paulo que fazia parte de um projeto da Secretaria Estadual de Educação quando houve o acidente.

O boletim de ocorrência do acidente foi registrado na Polícia Civil de Ibitinga. De acordo com o investigador que acompanha o caso, todos os sobreviventes devem ser ouvidos nos próximos dias, assim como os policiais rodoviários que atenderam à ocorrência. Ainda não há informações sobre qual motorista teria invadido a pista contrária, mas testemunhas já disseram à polícia que teria sido o condutor do caminhão. As causas ainda serão investigadas.

A perícia técnica já esteve no local do acidente e o laudo criminalístico está sendo elaborado pelo Instituto de Criminalística de Araraquara. Segundo informações do órgão, o prazo é de trinta dias para a apresentação do laudo, mas pode ser prorrogado devido à complexidade do acidente.

Outras 24 pessoas ficaram feridas no acidente. Dez delas permanecem internadas em hospitais da região.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade