Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Virada do ano deve ter chuva na maior parte do país

Após tempestades que deixaram 23 mortos no estado, Espírito Santo deve ter trégua na chegada de 2014. Rio e São Paulo estão sujeitos a pancadas de chuva na noite de Ano Novo

Por Daniel Haidar, do Rio de Janeiro 28 dez 2013, 12h55

A virada do ano está sujeita a pancadas de chuva em quase todo o país, com exceção de quase toda a região Nordeste e do Espírito Santo, de acordo com previsões atualizadas este sábado pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Os prognósticos podem ser alterados nos próximos dias.

As chuvas das duas últimas semanas deixaram 23 mortos e 61.773 pessoas desabrigadas em 54 municípios no Espírito Santo. No domingo e na segunda-feira, há possibilidade de pancadas de chuva no Oeste e no Leste do Espírito Santo, mas na terça-feira e na quarta-feira a previsão é de tempo bom para todo o estado, de acordo com o meteorologista Henri Pinheiro, do Cptec/Inpe.

No Leste de Minas Gerais, uma das regiões mais afetadas pelas chuvas dos últimos dias, há possibilidade de pancadas isoladas nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro. No estado, foram confirmadas 21 mortes pelas tempestades e há dez mil desabrigados em 51 cidades. Também deve chover no Sul de Minas Gerais.

Na região Sudeste, a probabilidade maior de chuva é para São Paulo. “Podem ocorrer temporais a partir de hoje. Já chove forte em cidades do Vale Paranapanema e do Oeste Paulista. Nos próximos dias, o tempo deve continuar nublado com possibilidade de chuva”, disse Pinheiro.

Também há probabilidade de chuva durante a virada do ano na capital do Rio de Janeiro, bem como no Sul Fluminense e na região do Vale do Paraíba.

Continua após a publicidade

Pinheiro, do Cptec/Inpe, destaca que nas regiões Centro-Oeste e Norte do país o tempo deve permanecer abafado, com previsão de pancadas de chuva, principalmente no fim da tarde.

Em Santa Catarina e no Paraná, há possibilidade de chuva forte e também deve voltar a chover no Rio Grande do Sul. No Nordeste, a única área com previsão de chuva é o sul do Maranhão, mas no resto da região é pouco provável qualquer precipitação, segundo o Cptec/Inpe.

Leia também:

Contas Abertas: O jogo de empurra das obras contra a chuva no Espírito Santo

Com atraso, governo corre para minimizar estragos da chuva no ES

Confira a previsão do tempo para os próximos dias em sua cidade

Continua após a publicidade

Publicidade