Vice-presidente de escola de samba do Rio é morto a tiros | VEJA
Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Vice-presidente de escola de samba do Rio é morto a tiros

Marcelo Vinhaes fazia parte da União da Ilha do Governador e foi atacado por homens encapuzados na madrugada desta sexta-feira

Por Da Redação 6 mar 2020, 04h16

O advogado e vice-presidente da escola de samba União da Ilha do Governador, Marcelo Vinhaes, foi morto a tiros na madrugada desta sexta-feira, 6, na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro, informou a agremiação em uma rede social.

“Infelizmente a União da Ilha vem informar que o nosso vice-presidente Marcelo Vinhaes foi assassinado no início da madrugada desta sexta-feira, na esquina da Avenida Paranapuã, com a rua Pio Dutra, na Freguesia. Estamos todos perplexos com o episódio que chocou todos os segmentos da escola”, diz parte da nota.

  • De acordo com o site G1, Vinhaes foi atacado por dois homens encapuzados que chegaram em uma moto preta. Eles teriam atirado contra o carro onde estava o dirigente da escola de samba e também o alvejaram quando ele tentou sair do automóvel.

    A motivação do ataque ainda é investigada. Uma mulher que não teve a identidade revelada também teria sido atingida e foi levada para um hospital da região.

    A União da Ilha do Governador informou que voltará a se manifestar ao longo desta sexta. A escola desfilou no Grupo Especial do Carnaval do Rio este ano e terminou na última colocação, sendo rebaixada para a Série A.

    Continua após a publicidade
    Publicidade