Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Vaticano: burocracia eclesiástica, escândalos e consumismo são obstáculos da fé

Por Gabriel Bouys - 19 jun 2012, 14h25

A burocracia, o consumismo e os escândalos figuram entre os principais obstáculos que impedem o homem moderno de viver na fé católica, afirma um documento de trabalho apresentado nesta terça-feira no Vaticano para lançar uma “nova evangelização”.

Realizado a partir de um questionário com 71 perguntas enviadas a todas as conferências episcopais do mundo, o chamado “Instrumentum laboris” enumera os obstáculos existentes na sociedade moderna para divulgar o Evangélio.

O documento servirá de base para o sínodo de bispos que se realizará no Vaticano de 7 a 28 de outubro sob o lema “A nova evangelização para a transmissão da fé cristã”.

Entre os grandes males detectados também figuram “a burocratização excessiva das estruturas eclesiásticas, as celebrações litúrgicas formais e os ritos ritos repetidos por costume e sem um sentimento profundo, o que afasta as pessoas”.

Publicidade

Igualmente se menciona a “falta de vocação”, “o consumismo e o hedonismo” entre os grandes males do mundo contemporâneo.

Publicidade