Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vândalos depredam concessionária no 5º dia de atos contra Temer

Manifestantes quebraram as portas de uma concessionária de veículos nas imediações da marginal do rio Pinheiros

O quinto dia de protestos contra o impeachment de Dilma Rousseff e contra o presidente Michel Temer terminou com atos de vandalismo na Zona Oeste da capital paulista. Os manifestantes, que se reuniram no Largo da Batata, negociavam o trajeto do protesto com a Polícia Militar, mas uma parte deles se dispersou e vandalizou lojas nas proximidades da marginal do Rio Pinheiros, entre elas uma concessionária de veículos. O grupo atirou pedras e quebrou as portas de vidro do estabelecimento.

LEIA TAMBÉM:
Governo de SP libera protesto contra Temer domingo na Paulista
Black blocs vandalizam centro de SP em ato contra o impeachment

Os cerca de 40 manifestantes que destruíram as portas da concessionária entraram na Marginal Pinheiros, passaram pelo terminal de ônibus Pinheiros e seguiram de volta rumo ao Largo da Batata. Quatro pessoas foram detidas pela polícia por dano ao patrimônio.

Confrontos

Na noite de quarta, black blocs usaram um protesto contra Temer para protagonizar cenas de vandalismo no centro da capital paulista. O grupo ateou fogo a lixo, depredou agências bancárias e lojas e tentou virar uma viatura da polícia. A PM reagiu com bombas de gás lacrimogêneo. No confronto, a universitária Deborah Gonçalves Fabri foi ferida por estilhaços e perdeu parte da visão do olho esquerdo. O estudante Eduardo Magnoni também foi ferido, atingido por uma pedra lançada por um black bloc.

Na quinta, novas cenas de confronto na capital paulista: manifestantes colocaram fogo em sacos de lixo na Avenida 9 de Julho e entrou em confronto com a PM, que respondeu com bombas de efeito moral.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Valério Seccadio

    São os vândalos petistas à solta, à vontade… Até quando?

    Curtir

  2. Simplesmente

    Prende o Boulos e o Lula que isso acaba.

    Curtir

  3. semisericordia

    Depois não valerá ficar chorando por ter ficado cego, manco, morto, etc. Policia neles!

    Curtir

  4. Francisco Machado

    Borracha nessa cambada de criminos a serviço do PT. A quadrilha não admite a perda do poder.

    Curtir

  5. Napoleao Gomes

    Pagos pelo PT, vão continuar destruindo e dando prejuízos sem limites se as autoridades continuarem permitindo. Às vezes penso que as autoridades também são pagas para não tomar nenhuma atitude.

    Curtir

  6. Francisco Cioffi

    Direitinho o que foi feito nos anos 70 o que provocou a reação dos militares firme e decidida para acabar com a baderna . É isso que eles querem novamente, já que estão fora do poder e não aceitam ficar fora do poder porque são, como comunistas, todos totalitários ! Pau nessa gente !

    Curtir

  7. Claudio Cadalço

    DH ainda vigora…. saudades da ROTA… do CHOQUE…. que alegria esses mimados elite vermelha teriam um lugar especial na viatura batendo feito ovo na batedeira…. nunca mais fariam isso…

    Curtir

  8. Luiz Carlos Bittencourt

    Os vândalos socialistas idiotas não sabem que o setor automotivo dá emprego pra um número muito grande de pessoas … eles devem achar que viver no tempo das carroças é muito melhor … representam o atraso social e econômico

    Curtir

  9. uma boa dose de carinho e atenção da pm de sp, eu recomendo que o choque e a rota façam carinho e lhes deem toda a atenção que merecem… a pm comigo estaria autorizada a utilizar o famoso direitos humanos e direitos da criança… (traduzindo… dh conhecido como cassetete e direitos da criança é porrete).

    Curtir

  10. Sonia Martins

    Esse pessoalzinho é de uma burrice acachapante! A maioria da população abomina esse comportamento. Tudo o que conseguem é provocar uma irritação enorme em quem tem seus direitos – especialmente o de ir e vir – agredidos.

    Curtir