Clique e assine a partir de 9,90/mês

Unidos do Peruche tem dificuldades para colocar carros na Avenida

O carro abre-alas da escola de samba não estava se movimentando e outro carro precisou ser ajustado antes da linha do desfile

Por Da redação - Atualizado em 26 fev 2017, 00h55 - Publicado em 26 fev 2017, 00h47

A Unidos do Peruche apresentou dificuldades com os carros alegóricos na segunda noite de Carnaval no sambódromo do Anhembi, em São Paulo. O carro abre-alas da escola de samba não estava se movimentando e necessitou ser empurrado por diversos integrantes da equipe da Peruche.

Pouco depois, outro carro precisou ser ajustado antes de passar a linha do desfile, pois não estava alinhado. Devido ao tamanho das alegorias, a equipe da escola realiza muito esforço para colocar os veículos nos devidos lugares.

A Unidos do Peruche homenageia Salvador, “cidade da Bahia Caldeirão de Raças, Cultura, Fé e Alegria”, segundo a escola. O samba-enredo tem muitas citações a orixás, candomblé e os pratos típicos da Bahia. “Baiano, é calor no coração / liberdade, nunca mais a opressão / mulheres guerreiras… terço, arruda e guiné / tem candomblé, nesse cortejo de fé”, diz um trecho da letra.

Publicidade