Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Um mês após incêndio em Santa Maria, 22 feridos ainda estão hospitalizados

Três dos internados em UTIs precisam da ajuda de aparelhos para respirar

Por Da Redação 27 fev 2013, 19h32

No dia em que a tragédia em Santa Maria completa um mês, o Ministério da Saúde informa que o número de pessoas que permanecem internadas caiu para 22 – na sexta-feira passada eram 26 os internados por inalarem a fumaça tóxica que se espalhou pela boate Kiss, matando 239 pessoas. O boletim divulgado nesta quarta-feira detalha que, entre os hospitalizados, três estão em unidades de terapia intensiva e precisam da ajuda de aparelhos para respirar.

Leia: A vida não pode parar – o recomeço em Santa Maria

Para lembrar a triste data, uma manifestação convocada pela associação dos familiares das vítimas espalhou-se por toda a cidade. Denominada “Minuto do Barulho”, centenas de pessoas se concentraram na Praça Saldanha Marinho e na Rua dos Andradas, diante da casa noturna, no Centro, e aplaudiram por vários minutos. Quem estava em casa imitou o gesto das janelas. Motoristas acompanharam com um buzinaço. Ao mesmo tempo, as igrejas tocaram seus sinos em uníssono.

Leia também:

Leia também: Famílias de vítimas formam associação

Outros atos ainda estão programados para esta noite, como um encontro entre parentes e amigos das vítimas na praça principal de Santa Maria, que contará também com parentes de jovens mortos em uma tragédia semelhante, em Buenos Aires, há nove anos. Artistas gaúchos também se reuniram para prestar sua homenagem, e gravaram um clipe com a música Um Domingo de Sol.

Continua após a publicidade

Leia também:

Formatura sem festa – Um mês da tragédia em Santa Maria

Advogado de dono da boate Kiss pede prorrogação da prisão do próprio cliente

Para promotor, donos da Kiss assumiram o risco de matar

Temperatura dentro da boate Kiss passou dos 300°C

(Com agências EFE e Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade