Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

UE e bancos acordam elevar perdão da dívida grega a 50%

Bruxelas, 27 out (EFE).- Os líderes dos países do euro e dos bancos chegaram já na madrugada desta quinta-feira a um acordo para elevar a 50% o perdão da dívida grega, anunciaram fontes comunitárias à Agência Efe.

O novo perdão supera o índice de 21% pactuado com o setor privado em 21 de julho, no marco do segundo programa de assistência financeira ao país.

O acordo aconteceu poucas horas depois de o diretor-executivo do Instituto de Finanças Internacionais (IIF), Charles Dallara, que representou o setor privado nas negociações, ter anunciado que não fora alcançado nenhum pacto sobre a Grécia nem sobre um aumento de seu perdão.

Os bancos, que em julho já haviam aceitado perdas de 21% sobre os bônus soberanos gregos diante da dificuldade da Grécia para fazer frente a sua dívida, chegaram ao encontro desta quarta-feira com uma ‘nova oferta significativa’, segundo o IIF, que mesmo assim pareceu insuficiente para os líderes europeus.

Por fim, ficou decidido que o perdão da dívida grega será elevado a 50% e será voluntário, o que pontua o último dos três pilares essenciais do plano europeu anticrise, após as decisões de reservar 106 bilhões de euros para a recapitalização dos bancos elevando a 9% o quociente de seu capital de máxima qualidade e de ampliar o fundo de resgate para 1 trilhão de euros. EFE