Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Turista alemão não sabe por que foi baleado na Rocinha

Ele fazia uma visita à favela com um amigo, quando foi abordado por bandidos

O turista alemão baleado na favela da Rocinha na última sexta-feira passa bem e deve receber alta já nesta quarta-feira. Nesta terça, Frank Daniel Baijaim foi transferido do Hospital Municipal Miguel Couto, onde estava internado desde o ocorrido, para uma clínica particular.

Na saída, falou rapidamente com os jornalistas, e disse não saber por que recebeu o tiro que lhe atingiu a região abdominal, ferindo o fígado e o pulmão. O jovem de 25 anos negou ter tirado fotos dos traficantes e disse que, pensando ser um assalto, chegou a oferecer dinheiro, mas eles recusaram.

De acordo com a chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, delegada Marta Rocha, as polícias Militar e Civil estão trabalhando para encontrar o responsável pelo disparo. No domingo, um menor de 16 anos chegou a ser preso e confessar o crime, mas afirmou depois ter sido coagido.

Leia também:

Leia também: Preso suspeito de atirar em turista alemão na Rocinha

O caso – Frank Daniel Baijaim passeava com um amigo pela favela, por volta das 13 horas de sexta-feira, quando eles foram surpreendidos por um homem armado num beco, na localidade conhecida como “Roupa Suja”. Assustado, ele teria tentando correr, quando foi atingido por um disparo. O amigo conseguiu fugir e voltou para a Alemanha na segunda-feira.

Pacificada em setembro de 2012, a Rocinha tem enfrentado episódios violentos. Em 1º de maio, um PM lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da favela foi baleado na Rua Um, em patrulhamento. Na véspera, os PMS já haviam sido atacados por traficantes e um policial foi ferido por estilhaços.