Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Três ônibus são incendiados em reintegração na USP

Cerca de quarenta pessoas invadiram um terreno pertencente à Universidade de São Paulo; PM usou bombas de efeito moral para dispersar manifestantes

Por Da Redação 23 dez 2014, 14h12

Um grupo de quinze vândalos incendiou três ônibus durante ação de reintegração de posse de um terreno invadido por sem-tetos na Universidade de São Paulo (USP), na Zona Oeste da capital, nesta segunda-feira. No último sábado, um grupo de quarenta pessoas levantou uma espécie de favela na área pertencente ao campus universitário. Contrários à desocupação, os manifestantes atiraram pedras e rojões para cima da Polícia Militar, que revidou com bombas de efeito moral, segundo a assessoria da PM.

Após a confusão, a reintegração, que começou por volta das 6 horas, terminou às 12 horas sem maiores incidentes. Ninguém foi detido nem houve registro de feridos. A maioria dos invasores pertencia à favela São Remo, situada nas proximidades da USP.

Em nota, a universidade informou que a liminar de reintegração de posse foi concedida pela Justiça no último domingo. “Essa ação se coaduna com a responsabilidade de manter a integridade dos espaços que compõem o patrimônio da universidade, incluindo a área desocupada necessária para as suas atividades. Não obstante, a USP reconhece a gravidade dos problemas sociais e habitacionais da população, evidentes na área adjacente já ocupada da comunidade São Remo”, afirmou.

Leia também:

Ônibus é incendiado em São Bernardo do Campo Ônibus é incendiado na Zona Leste de São Paulo Brasil tem 227 ônibus incendiados em 2014

Continua após a publicidade
Publicidade