Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Três mil raios atingiram São Paulo na madrugada

Quase 200 árvores foram derrubadas pelas rajadas de vento e descargas elétricas; Parque do Ibirapuera ficou fechado até as 15h40 para visitação

​Responsável pela distribuição de energia em 24 municípios da região metropolitana de São Paulo, a AES Eletropaulo informou que mobilizou 2.000 eletricistas para o restabelecimento da rede em diferentes áreas da capital e do ABC desde a madrugada desta segunda-feira. Com base em relatórios de meteorologia, a companhia disse que mais de 3.000 raios atingiram sua área de concessão.

Os trabalhos da Eletropaulo contam com o apoio da Defesa Civil e dos Bombeiros. Segundo a prefeitura de São Paulo, 198 árvores foram derrubadas pelas rajadas de vento e descarga elétrica. As regiões mais afetadas, segundo a Eletropaulo, foram as Zonas Sul e Norte da capital. A companhia não informou, contudo, quantos e quais bairros ainda enfrentam problemas de abastecimento de energia na tarde desta segunda.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), o índice médio de chuva na cidade foi de 4,3 mm. Os maiores índices pluviométricos registrados pelas estações automáticas do CGE se deram nos bairros do Ipiranga, com 29,3 mm, Vila Prudente, com 26 mm e Vila Mariana, com 25 mm.

O Parque Ibirapuera, uma das áreas afetadas pela chuva e pelos fortes ventos que atingiram a região metropolitana de São Paulo, amanheceu fechado e só foi parcialmente liberado para visitação por volta das 15h40 – mais de 20 árvores caíram dentro do parque e algumas estruturas foram danificadas pelos raios.

A prefeitura informou que, por volta das 10 horas desta segunda-feira, 139 semáforos apresentavam problemas, dos quais 86 estavam em manutenção e 53 desligados por falta de energia elétrica.

(Com Estadão Conteúdo)