Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Transtornos pela chuva no Rio podem se repetir nesta 6ª

Previsão é de mais chuva forte e rajadas de vento, a exemplo da que causou alagamentos e queda de energia em diversos bairros da capital na quinta-feira

Áreas de instabilidade se aproximam do Grande Rio nesta sexta-feira, podendo provocar novo temporal na região, um dia depois de toda a capital sofrer com raios, chuva forte e rajadas de vento de até 87 km/h. Segundo previsão do Climatempo, são esperados para esta noite “grandes volumes de chuva que podem acarretar em alagamentos”. A possibilidade de chuva é de 80% nesta sexta e também no sábado e domingo.

Além do Rio, o temporal também pode atingir as regiões metropolitanas de São Paulo, Belo Horizonte, Campo Grande, Goiânia e Brasília, com muitos raios, ventanias e até queda de granizo, alerta o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC/Inpe). “As temperaturas máximas cairão um pouco em grande parte do Sudeste devido a nebulosidade e a chuva”, completa.

Leia também:

Leia também: Temporal no Rio causa alagamentos, falta de luz e fecha aeroporto

Estragos – Na quinta-feira, a chuva forte no Rio começou no fim da tarde e se estendeu por toda a madrugada. Segundo o Climatempo, várias áreas da capital receberam mais de 80 milímetros de chuva em menos de 24 horas. Isso corresponde a quase metade da média de chuva esparada para todo o mês de janeiro – que fica em torno dos 200 milímetros. Bairros inteiros ficaram alagados e o aeroporto Santos Dumont foi fechado para pousos e decolagens. As rajadas de vento chegaram a 87 km/h, segundo o Sistema Alerta Rio.

Houve fortes reflexos no trânsito da cidade. Percursos que normalmente são feitos de carro em 20 minutos chegaram a demorar horas, em especial nas zonas Sul e Oeste. O transporte público também sentiu os efeitos do temporal. Trecho da Linha 2 teve de ser interrompida, dificultando ainda mais a volta do trabalhador para casa. Pelo menos dez bairros ficaram sem energia elétrica durante toda a noite.

Raio toca a mão direita da estátua do Cristo Redentor durante tempestade no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (16) Raio toca a mão direita da estátua do Cristo Redentor durante tempestade no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (16)

Raio toca a mão direita da estátua do Cristo Redentor durante tempestade no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (16) (/)