Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Trânsito flui bem após recorde de congestionamento

CET registrava, às 19h50, 32 quilômetros de lentidão na cidade. Pior índice desde às 17 horas foi de 60 quilômetros - abaixo da média

Após registrar um recorde de congestionamento durante a manhã desta terça-feira, a capital paulista apresenta trânsito abaixo da média nesta noite. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava, às 19h50, 32 quilômetros de lentidão – número abaixo da média para o horário, que é de 74 quilômetros. O pior índice registrado desde às 17h foi de 60 quilômetros de lentidão. No total, a CET monitora 868 quilômetros de vias na cidade. Leia também: Falta de combustível provoca corrida aos postos PM tenta evitar desabastecimento em SP A reportagem do site de VEJA percorreu as principais vias da cidade no horário de pico, das 17h às 19h, e não encontrou dificuldades na Marginal Tietê – principal nó do trânsito pela manhã. Foi possível trafegar de ponta a ponta pela via, da Ponte Cruzeiro do Sul até a Aricanduva em 25 minutos. E fazer o caminho inverso em 30 minutos. Os pontos de lentidão estavam concentrados apenas na proximidade de pequenos acidentes. A reportagem viu um caminhão que transporta combustível trafegando pela Marginal Tietê a dois minutos de começar a valer a restrição da prefeitura para a circulação de caminhões na via, às 17 horas. O trânsito estava pior no bairro do Morumbi e na Marginal Pinheiros, onde há congestionamentos da Águas Espraiadas até a Ponte Transamérica e na proximidade com a Ponte Cidade Jardim. Nada, no entanto, fora dos padrões para o trânsito paulistano. Às 19h30, o pior trecho, segundo a CET, era o corredor Norte/Sul, sentido aeroporto, que marcava 3,8 km de lentidão até o viaduto Pedroso. Recorde – Às 11 horas desta terça, São Paulo apresentou recorde de trânsito para o período com 159 quilômetros de lentidão. O congestionamento, causado por excesso de veículos e diversos acidentes, segundo a CET, aconteceu fora do horário de pico, que termina às 10 horas. O recorde anterior é do dia 10 de janeiro, quando 120 quilômetros de vias ficaram paradas. A grande vilã do tráfego pela manhã foi a Marginal do Tietê, sentido Castelo Branco, que registrou 14 quilômetros de lentidão às 11 horas, da Rua da Coroa até a entrada da Castelo. Desde essa segunda-feira, caminhões estão proibidos de andar pela Marginal das 5h às 9h e das 17h às 22h, de segunda a sexta-feira e, aos sábados, das 10h às 14h. Com essa modificação, tudo indica que o trânsito na região também mudou de horário. No começo da tarde os congestionamentos deram uma pequena folga aos paulistas. Por volta das 12h30, a cidade apresentava 69 quilômetros de lentidão.