Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Traficante Nem chega ao presídio federal em MS

A bordo de avião da PF, ex-chefe do tráfico da Rocinha foi transferido do Rio de Janeiro para Campo Grande na manhã deste sábado

Por Da Redação 19 nov 2011, 14h35

O traficante Antônio Bonfim Lopes, o Nem, chegou no início da tarde deste sábado no Presídio Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Ele foi transferido do presídio de Bangu 1, no Rio de Janeiro. O pedido de transferência foi feito pelo Tribunal de Justiça do Rio e autorizado pela Justiça Federal.

Por volta das 6 horas da manhã, um comboio com dez carros e apoio de 40 homens do Serviço de Operações Especiais (SOE) da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária (Seap) acompanhou o traficante até o aeroporto Santos Dumont. Ele viajou a bordo de uma aeronave da Polícia Federal.

Além de Nem, o presídio também recebeu Anderson Rosa Mendonça, o Coelho, Valquir Garcia dos Santos, o Carré, e o traficante conhecido como Flávio, presos na última quarta-feira. Nem foi capturado na madrugada de quinta-feira, quando tentava fugir escondido no porta-malas do carro de um de seus advogados. Os quatro serão transportados em avião da Polícia Federal.

A expectativa da cúpula da segurança no estado é por um pedido de Nem para aderir ao mecanismo da delação premiada. O traficante manteve sua estrutura de poder na favela graças a um esquema de corrupção que fazia pagamentos fixos a policiais. O objetivo é fazer com que Nem entregue os nomes dos policiais corruptos e, com isso, obtenha redução de pena.

Continua após a publicidade

Publicidade