Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Todos os internos fogem da Fundação Casa de Caraguatatuba (SP)

Os 54 menores fugiram na noite desta quarta-feira, mas ainda não se sabe como tudo aconteceu. Apenas onze foram recapturados

Por Letícia Cislinschi 19 dez 2013, 09h11

Todos os internos da Fundação Casa de Caraguatatuba, no litoral norte de São Paulo, fugiram por volta de 22h15 desta quarta-feira. A casa abrigava 54 adolescentes e, segundo a assessoria de imprensa da Fundação, onze já foram recapturados.

Ainda não se sabe como os menores conseguiram fugir, mas a Corregedoria Geral da Fundação instaurou sindicância para investigar a fuga em massa. A assessoria afirmou também que não houve reféns e funcionários não foram rendidos.

Leia também:

VejaSP: O dia a dia e as histórias da Fundação Casa

Internos fazem 12 reféns em rebelião na Fundação Casa

Rebelião na Fundação Casa: 59 menores fogem

A capacidade máxima da Casa é de 56 adolescentes. A polícia ainda busca os outros 43 menores de idade. Outros casos – Esta não é a primeira vez que um número grande de internos foge da Fundação Casa. Em julho, metade dos internos da unidade de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, escaparam. Na ocasião, 32 menores conseguiram sair. Não houve feridos e nem reféns. No dia 12 de agosto, 59 menores fugiram da unidade do bairro do Itaquera, na Zona Leste da capital. Foi a maior fuga de internos do ano no Estado de São Paulo. Tudo começou quando 29 funcionários da instituição foram tomados como reféns, entre eles o diretor da unidade. Em seguida, os adolescentes pularam o muro do centro de internação e escaparam – apenas dezessete foram recapturados. No mesmo dia, ocorreu uma rebelião em outra unidade da Fundação Casa, na Vila Leopoldina, na Zona Oeste de São Paulo. Doze servidores foram feitos reféns e colchões foram queimados no saguão do edifício. Não houve fuga da unidade. No dia 23 de agosto, dez adolescentes fugiram da unidade Fazenda do Carmo, na Zona Leste de São Paulo. Segundo a instituição, os internos agrediram funcionários da entidade e pularam o muro do local. Três funcionários ficaram feridos durante o motim e foram encaminhados para um hospital da região.

Continua após a publicidade
Publicidade