Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

TJ-SP paga R$ 119 milhões a magistrados e servidores

Em junho, tribunal também pagou mais de 22 milhões de reais em auxílio-alimentação para juízes e desembargadores

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) pagou em junho 119,2 milhões de reais a seus juízes, desembargadores e servidores a título de indenizações e restituições trabalhistas. Também foram liberados 22,43 milhões de reais de auxílio-alimentação. Parte do dinheiro caiu na conta dos magistrados no dia 12, quando cada um recebeu 38 500 reais.

Leia também:

CNJ quer barrar auxílio-alimentação retroativo para juízes

Os quadros do TJ paulista somam 2.370 magistrados, dos quais 355 desembargadores. É a maior corte estadual, com quase 50.000 servidores, e também o maior volume de processos em todo o País. A presidência do TJ não se manifestou sobre o pagamento. A quantia é relativa, inclusive, a férias atrasadas, não quitadas no período devido.

As informações sobre o desembolso global de 141,6 milhões de reais em junho constam do Portal da Transparência do Estado. A fonte dos recursos é o Fundo Especial de Despesa do TJ. Criado para modernização dos fóruns, o fundo tem sido utilizado, sob amparo de legislação, para cobrir despesas com pessoal.

Até 27 de maio, o TJ havia pago 87 milhões de reais a juízes e funcionários em auxílio-alimentação e mais 120,7 milhões de reais em “indenizações e restituições trabalhistas” – férias e licença-prêmio acumuladas. Dados atualizados até 25 de junho indicam que o montante liquidado ao longo de 2013 com as indenizações em favor dos magistrados saltaram para 239,93 de reais milhões com os recursos liberados em junho.

Já o montante em alimentação para juízes e servidores pulou para 109,53 milhões de reais com os depósitos realizados entre 27 de maio e 25 de junho.

(Com Estadão Conteúdo)