Clique e assine a partir de 9,90/mês

Temporal atinge Baixada Santista e deixa ao menos 13 mortos

Uma pessoa segue desaparecida; acumulado de chuvas nas últimas doze horas chegou a 282 mm no Guarujá e 218 mm em Santos

Por Da Redação - Atualizado em 3 mar 2020, 15h17 - Publicado em 3 mar 2020, 06h47

As fortes chuvas que atingem a Baixada Santista, em São Paulo, desde a noite de segunda-feira 2 deixaram ao menos treze mortos. O temporal causou deslizamentos de terra, alagou ruas na região e afetou o transporte público e estradas. Segundo a Defesa Civil do estado, as mortes aconteceram nas cidades de Santos, Guarujá e São Vicente. Segundo o Corpo de Bombeiros, 45 pessoas estão desaparecidas.

O acumulado de chuvas nas últimas doze horas foi de 282 mm no Guarujá, 218 mm em Santos, 170 mm em Praia Grande, 169 mm em São Vicente, 160 mm em Mongaguá, 132 mm em Cubatão e 110 mm em Itanhaém e Bertioga.

Entre as vítimas estão dois bombeiros que trabalhavam em um resgate no Morro do Macaco, no Guarujá, e foram soterrados. Os dois trabalhavam no socorro de uma criança quando foram atingidos por um deslizamento. A criança e a mãe também morreram. Em seu perfil no Twitter, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), lamentou as mortes e prestou solidariedade aos moradores da região.

Outros deslizamentos de terra provocaram duas mortes na região da Enseada, no Guarujá, e mais duas em São Vicente. A previsão para toda a terça-feira é de chuva moderada a forte em todo o litoral de São Paulo, devido à formação de uma área de baixa pressão e à circulação dos ventos nos altos níveis da atmosfera.

Avenidas que dão acesso a Santos estão inundadas por causa das fortes chuvas. A EMTU, empresa responsável pelo VLT (veículo leve sobre trilhos) que faz a ligação entre as cidades de Santos e São Vicente, anunciou que, devido a um deslizamento de terra próximo ao túnel que liga os municípios, a operação foi suspensa.

As rodovias Anchieta e Cônego Domênico Rangoni também foram atingidas. Na Anchieta, há bloqueio no km 45, sentido capital, onde caiu uma barreira, segundo a Ecovias. Já na Cônego Domênico Rangoni, a Ecovias informa que o bloqueio atinge todo o trecho na direção do Guarujá. No sentido capital, há interdição no km 263.

Continua após a publicidade

Vídeos publicados nas redes sociais mostram ônibus cheios de água e diversas ruas inundadas na região:

Vídeo mostra lanchonete alagada no bairro do Gonzaga, em Santos:

[wpvideo mUUoZoha]

Continua após a publicidade
Publicidade