Clique e assine a partir de 9,90/mês

Temer: verba para segurança no Rio será liberada nesta semana

De acordo com o presidente, R$ 1 bi serão destinados a novas ações, e não ao pagamento de obrigações financeiras do estado

Por Reuters - Atualizado em 22 mar 2018, 09h40 - Publicado em 22 mar 2018, 09h35

O presidente Michel Temer (MDB) afirmou na noite de quarta-feira que pretende liberar nos “próximos dois, três dias” o repasse de R$ 1 bilhão para a segurança pública no estado do Rio de Janeiro. A declaração foi dada a jornalistas após encontro com o comando da intervenção federal no Rio.

Nessa semana, após uma reunião com o general interventor, Walter Braga Netto, deputados federais fluminenses revelaram que o passivo da área de segurança do estado é de 3,1 bilhões de reais. No entanto, Temer disse que o dinheiro a ser liberado pelo governo federal não será destinado para o pagamento de obrigações financeiras do estado, e sim para novas ações.

“Conversamos e percebemos que o déficit de 3 bilhões refere-se na maior parte a passivo, portanto ao passado”, disse Temer, que se reuniu no Centro Integrado de Comando e Controle da segurança do Rio com generais da intervenção, o governador Luiz Fernando Pezão e os ministros Raul Jungmann (Segurança Pública) e Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional).

Durante a visita de Temer ao Rio, foi registrado intenso tiroteio na favela da Rocinha, em São Conrado, na zona sul da capital. Segundo a Polícia Militar, um policial e um morador morreram no confronto.

Publicidade