Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Temer na Noruega e na Rússia: relembre dez momentos esquecíveis

Presidente viaja para tentar impor agenda positiva em meio à crise política, mas acumula gafes, saias-justas, protestos, broncas e cerimônias esvaziadas

Por Da Redação - Atualizado em 23 jun 2017, 17h44 - Publicado em 23 jun 2017, 14h46

O presidente Michel Temer (PMDB) foi à Rússia e à Noruega entre segunda-feira e esta sexta-feira com o objetivo de divulgar o país, captar investimentos,  distanciar-se um pouco da crise política e passar a imagem de que o Brasil vive uma normalidade institucional, apesar de ele próprio estar prestes a ser denunciado pela Procuradoria-Geral da República por corrupção passiva e de crescerem os pedidos para que ele deixe o cargo.

Mas a visita não rendeu os bons trunfos que o presidente esperava. Além dos parcos anúncios de intenções comerciais bilaterais, não houve mais nada a comemorar. Mas houve muito a lamentar, incluindo reprimendas públicas dos europeus, corte de verbas para fundo ambiental, protestos, recepções esvaziadas, pouco interesse da imprensa internacional e gafes, como confundir o rei da Noruega com o rei da Suécia e achar que a Rússia ainda era uma república soviética.

Veja abaixo dez momentos esquecíveis da viagem do presidente:

 

Publicidade