Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Suspeita de matar cães e gatos em SP é indiciada

Dalva Lina da Silva foi presa em flagrante depois de ter deixado os corpos dos animais em sacos de lixo na rua em frente à casa onde mora

A dona de casa Dalva Lina da Silva, de 42 anos, foi indiciada nesta terça-feira pelo Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC), pelo crime de praticar ato de abuso a animais. Ela é acusada de matar pelo menos 35 gatos e quatro cachorros, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo.

Dalva foi presa em flagrante no último dia 13 de janeiro, depois de ter deixado os corpos dos animais em sacos de lixo na rua em frente à casa onde mora. Contratado por um grupo de protetores de animais que desconfiavam da dona de casa, o detetive particular Edson Criado viu pelo menos 300 cães e gatos serem deixados na casa de Dalva. Nesse tempo, ele diz que não presenciou nenhum sair do local. À polícia, ela disse que cuida de animais tirados das ruas há 13 anos.

(Com Agência Estado)

LEIA TAMBÉM:

Mulher é presa acusada de matar mais de 30 cães e gatos

Punição branda ajuda a perpetuar violência contra cães e gatos