Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

SP: Interditada por incêndio, Ponte do Jaguaré reabre para veículos leves

Estrutura foi comprometida por incêndio na última sexta-feira, que forçou o fechamento da via; veículos pesados seguem impedidos de circular

À 0h desta terça-feira 25, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo liberou parcialmente a Ponte do Jaguaré, na Zona Oeste da capital paulista, para a circulação de automóveis. Veículos pesados seguem impedidos de transitar enquanto vistorias seguem avaliando a estrutura, que foi abalada por um incêndio na última sexta-feira.

Desde então, a ponte tinha trânsito liberado apenas para pedestres e ciclistas, causando transtornos no trânsito da Marginal Pinheiros, onde está localizada.

O local constava na lista, de 2007, de 73 viadutos e pontes que precisavam de laudo estrutural. A relação de obras com problemas fazia parte do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre Município e Ministério Público Estadual (MPE) para reparos de pontes. Segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), vistoria feita em fevereiro não indicou a necessidade emergencial de obras ou indícios de risco de incêndio.

Desde que um viaduto cedeu perto do Parque Villa-Lobos, em novembro, a prefeitura tem corrido para contratar vistorias e fazer reparos. Relatório de 2017 do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva apontou que dezenas de viadutos e pontes têm problemas, como fissuras e infiltrações. Em março, o MPE propôs ação na Justiça para limitar o acesso às áreas com risco.

O prefeito chegou a agendar vistoria no local no sábado, mas desmarcou alegando questão de segurança. Segundo a prefeitura, os 103 abrigos municipais estão disponíveis para os desabrigados, mas eles preferiram as casas de amigos ou parentes. Foram entregues colchões, cobertores, kits de higiene e cestas básicas. Todos, disse Covas, serão incluídos no auxílio-aluguel de 400 reais.

Segundo a Defesa Civil, barracos de madeira de 215 pessoas foram danificados e não houve vítimas. O local do incêndio nesta sexta, no sentido Interlagos, fica perto da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). A pista local foi bloqueada e seria liberada à noite após limpeza. A pista expressa operou normalmente ao longo do dia.

As autoridades apuram a origem do fogo. O socorro foi acionado às 6 horas de sexta-feira 21. “Quando chegamos, havia gente tentando tirar pertences, mas ninguém estava no ponto principal (do incêndio)”, disse o capitão dos Bombeiros Marcos Nogueira. Às 8 horas, as chamas foram controladas e era possível ver madeiras e veículos antigos na área do incêndio. Denúncias apontam que o local é de descarte irregular de lixo.

(com Estadão Conteúdo)