Clique e assine a partir de 9,90/mês

SP: assassinatos crescem 15% no primeiro bimestre

Segundo estatísticas da Secretaria de Segurança Pública, foram registradas 787 mortes intencionais no estado, contra 684 do mesmo período de 2012

Por Da Redação - 25 Mar 2013, 11h01

O número de homicídios dolosos (com intenção) no estado de São Paulo aumentou 15,06% no primeiro bimestre de 2013, em comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo as estatísticas da criminalidade divulgadas nesta segunda-feira pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), foram registradas 787 mortes intencionais entre janeiro e fevereiro. Nesses mesmos meses de 2012, foram 684 ocorrências.

Do total registrado no bimestre, foram 416 homicídios dolosos em janeiro e 371 em fevereiro. Esses números eram, no ano passado, 356 e 328, respectivamente. A taxa de homicídio por 100.000 habitantes, calculada com base no último ano (março de 2012 a fevereiro de 2013), ficou em 11,47. Entre 2011 e 2012, o índice era de 10,02.

Apesar do crescimento bimestral, se comparado o número de homicídios dolosos de fevereiro deste ano com o mês anterior, houve queda de 45 casos. O número de homicídio doloso por acidente de trânsito também apresentou queda de cinco para três casos, enquanto as tentativas de homicídio reduziram de 539 para 496. As ocorrências de estupro caíram de 1.138 em janeiro para 1.057 em fevereiro deste ano.

Leia também: Violência em SP: as percepções e a realidade

Continua após a publicidade

Os dados da secretaria também revelam queda em alguns crimes contra o patrimônio em São Paulo. Houve, por exemplo, redução de 11,43% em roubos a banco no bimestre. Enquanto foram contabilizados 35 boletins de ocorrências para o crime em janeiro e fevereiro de 2012, a SSP registrou 31 ocorrências no primeiro bimestre deste ano. Na análise dos últimos doze meses, a queda do número de roubos a banco foi de 11,38%.

No caso de roubo de veículos, houve aumento das ocorrências no bimestre. Foram 14.627 casos nos dois primeiros meses de 2013, contra 13.546 em igual período do ano passado – um acréscimo de quase 8% no bimestre. O aumento foi puxado por janeiro, uma vez que houve leve redução entre fevereiro de 2012 (7.177 casos) e o mesmo período de 2013 (6.994 casos).

Capital – Na cidade de São Paulo, os casos de vítimas de latrocínios (roubo seguido de morte) dobraram no primeiro bimestre de 2013. Foram registradas trinta vítimas de latrocínio em janeiro e fevereiro, sendo quinze em cada mês. O número é o dobro dos quinze mortos em latrocínios computados no primeiro bimestre do ano passado – sete em janeiro e oito em fevereiro.

As estatísticas de fevereiro mostram que as ocorrências de homicídios dolosos também aumentaram na capital: foram 187 no primeiro bimestre de 2013, contra 162 em igual período de 2012 – aumento de 15,4%. Também houve crescimento dos casos de estupro na cidade. Nos dois primeiros meses deste ano, foram 556 ocorrências, contra 431 contabilizadas no mesmo período do ano passado – aumento foi de 29%.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade