Clique e assine a partir de 9,90/mês

SP: 8 mortes entre noite de sábado e manhã de domingo

Secretaria de Segurança Pública não tem informações detalhadas sobre ocorrências

Por Da Redação - 11 nov 2012, 16h30

Ao menos oito pessoas morreram e nove ficaram feridas na região metropolitana de São Paulo entre a noite de sábado e a manhã deste domingo. Os casos foram registrados nas cidades de São Bernardo e Santo André, no Grande ABC, e Guarulhos e também nas zonas norte, leste e sul da capital paulista. A Secretaria de Segurança Pública do estado não tem informações detalhadas sobre as ocorrências, e, por ora, as informações são provenientes de delegacias que registraram os crimes. Os dados disponíveis até agora não permitem relacionar os casos às execuções de PMs e agentes penitenciários ocorridas durante a recente onda de criminalidade.

Leia também:

SP tem madrugada com onze mortos e ônibus incendiado

Continua após a publicidade

Presos suspeitos de atacar filhos de ex-PM da Rota

Continua após a publicidade

PM expande operação para mais bairros na zona sul

Alckmin e Cardozo anunciam agência para combater crime organizado

Em São Bernardo, um casal foi morto e outras duas pessoas baleadas. Segundo a Polícia Civil, o caso começou com uma tentativa de homicídio na rua Fukutaro Yida, no bairro Cooperativa, por volta das 22h30. Suspeitos em uma moto se aproximaram do carro de um jovem de 24 anos, que havia acabado de deixar a namorada em casa: eles atiraram contra o rapaz, que ficou ferido, e cerca de 100 metros adiante dispararam contra um veículo. Um dos ocupantes do carro ficou ferido.

Depois dos disparos, os bandidos invadiram uma residência na mesma rua e assassinaram um casal a tiros. A estudante Liliane Aparecida, de 17 anos, e o desempregado Carlos Alexandre, de 26 anos, não resistiram e morreram no local. Nada foi levado da residência. Segundo a delegada de plantão, Renata Muassab, os criminosos conseguiram fugir. A casa já foi periciada e a polícia investiga as motivações do crime.

Continua após a publicidade

Outra morte foi registrada no km 25 da Rodovia Anhanguera, na região do bairro Jaraguá, por volta das 22h de sábado. De acordo com a Polícia Militar, um homem estava em uma moto quando dois criminosos, também de moto, se aproximaram e anunciaram um assalto. A vítima tentou sair da rodovia, segundo a PM, e a dupla atirou. Os bandidos fugiram sem levar nada. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Na zona norte da cidade, no bairro de Vila Mazzei, três pessoas foram baleadas por volta da 1h. Três homens seguiam a pé para uma festa quando um veículo de cor preta se aproximou. Conforme depoimento das vítimas à polícia, o motorista determinou que eles corressem sem olhar para trás e, em seguida, começou a atirar. Um dos rapazes foi atingido no pé e outro, na perna. As causas do crime são investigadas.

No bairro da Penha, zona leste da capital, um homem morreu e outros dois ficaram feridos após serem baleados por volta da meia-noite. De acordo com depoimento do proprietário do bar em que as vítimas estavam, dois homens usando capuzes desceram de um carro cinza e dispararam em direção ao vendedor Milton de Oliveira, de 24 anos, que morreu no local. Outros dois homens que estavam próximos ao vendedor foram atingidos e socorridos a hospitais da região. Os suspeitos conseguiram fugir.

Um pouco antes, por volta das 22h, um homem morreu e outros dois foram baleados na região do Parque Regina, na zona sul. De acordo com a polícia, moradores do bairro contaram que um grupo fazia disparos nas ruas da região. Policiais militares localizaram três indivíduos armados, mas não conseguiram detê-los.

Continua após a publicidade

Em Guarulhos, foram contabilizadas outras três mortes. Segundo informações do 1º Distrito Policial de Guarulhos, Waldeir Soares dos Santos, de 28 anos, estava na frente de casa quando dois carros, um preto e um prata, se aproximaram e os ocupantes dos veículos atiraram várias vezes. Santos foi atingido por cerca de seis disparos e morreu. Um homem de 57 anos que estava com o rapaz foi atingido por um dos tiros e foi socorrido no Hospital Municipal de Guarulhos.

Já Lucas André Pessoa de Souza, de 22 anos, lavava o carro em frente a sua casa quando quatro suspeitos saíram de um veículo e começaram a atirar. Ferido, o jovem correu para dentro do imóvel, mas foi perseguido e alvejado novamente. Ele não resistiu e morreu no local. A mãe dele, a comerciante Maria Fátima Pessoa de Souza, de 44 anos, provavelmente presenciou o assasinato e, por isso, acabou morta com um tiro no rosto. O caso foi registrado no 7º DP.

Leia também:

SP tem madrugada com onze mortos e ônibus incendiado

Continua após a publicidade

Presos suspeitos de atacar filhos de ex-PM da Rota

Continua após a publicidade

PM expande operação para mais bairros na zona sul

Alckmin e Cardozo anunciam agência para combater crime organizado

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade