Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Soldado da PM é torturado e morto no Rio de Janeiro

Corpo estava dentro do carro da vítima, abandonado perto da Avenida Brasil; segundo a polícia, Ryan Procópio foi alvejado com cinco tiros nas costas

Por Da Redação 25 nov 2014, 10h23

Um soldado da Polícia Militar foi encontrado morto com sinais de tortura na noite desta segunda-feira, informou o telejornal Bom Dia Rio, da Rede Globo. O corpo do agente estava dentro do carro dele, um Honda Fit preto, que foi abandonado nas proximidades da Avenida Brasil, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Ryan Procópio, de 23 anos, estava há apenas um ano na polícia e trabalhava na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vila Kennedy. Além de ter sido torturado, segundo informou a polícia, o soldado foi alvejado com cinco disparos e arma de fogo nas costas.

De acordo com o Bom Dia Rio, Procópio estava de folga no momento em que foi sequestrado na Estrada do Taquaral – a cerca da 3 quilômetros do local onde o carro foi abandonado com o corpo do soldado. Ele também tinha familiares na polícia. O irmão, Islan Procópio, é um tenente do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e o pai era um sargento do Bope.

Leia também:

Dois PMs ficaram feridos em confrontos no Alemão

PM de UPP é baleado na cabeça no Alemão

Uma pessoa é assassinada a cada dez minutos no Brasil

Bope faz operação na Rocinha e é recebido a tiros

Continua após a publicidade
Publicidade