Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Serra defende agilidade na regularização fundiária

O candidato tucano teve agenda na Associação dos Trabalhadores Sem Terra de São Paulo, onde discursou para duas mil pessoas

O candidato do PSDB a prefeito de São Paulo, José Serra, participou na tarde deste domingo de assembleia geral da Associação dos Trabalhadores Sem Terra de São Paulo, na Lapa de Baixo, zona oeste da capital paulista. Em discurso para cerca de duas mil pessoas, defendeu maior agilidade na regularização fundiária dos lotes comprados por grupos como a associação. “Temos de avançar na regularização da propriedade”, afirmou. “Quando se regulariza a propriedade, a família pode deixar a casa como herança, pode vender, pode fazer uma hipoteca.”

LEIA MAIS:

Eleições 2012

O tucano não quis comentar se está confiante para um eventual segundo turno. “Eu só vou falar de moradia”, afirmou. Segundo a mais recente pesquisa Datafolha, o candidato do PRB, Celso Russomanno, continua liderando a disputa pela Prefeitura de São Paulo, com 35% das intenções de voto e 14 pontos de vantagem sobre Serra, o segundo colocado, com 21%. O candidato do PT, Fernando Haddad, aparece com 15% das intenções de voto, seguido por Gabriel Chalita (PMDB), com 8%; Soninha (PPS), com 4%; e Carlos Gianazzi (PSOL), Paulinho da Força (PDT) e Ana Luiza (PSTU), que têm 1% cada.

A Associação dos Trabalhadores Sem Terra de São Paulo, segundo seu coordenador, Cesar Sousa, tem mais de 17 mil associados, luta por moradia e não é ligada ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST). Ele disse que os integrantes se unem para comprar conjuntamente terrenos para a construção de moradias e esses loteamentos dependem de regularização fundiária da prefeitura para o início das obras.

No evento, Serra defendeu ainda que a regularização dessas áreas seja acompanhada de asfalto, saneamento básico, iluminação, escola e posto de saúde.

(Com Agência Estado)

LEIA TAMBÉM:

Gol de sapato de Serra vira meme na internet

Candidatos travam confrontos diretos em debate

Serra acusa Dilma de “meter o bico” em São Paulo

‘Dirceu é o guru de Fernando Haddad’, diz Serra