Clique e assine com até 92% de desconto

Serial killer de Goiânia é condenado a 25 anos de prisão em sexto júri popular

Tiago Henrique Gomes da Rocha, 28 anos, responde por mais de 30 homicídios e já foi condenado por cinco mortes. As penas somadas ultrapassam 100 anos de prisão

Por Da Redação 20 abr 2016, 15h35

O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, 28 anos, conhecido como serial killer de Goiânia, foi condenado nesta quarta-feira a 25 anos de prisão pela morte da estudante Bárbara Luíza Ribeiro Costa, de 14 anos, em 18 de janeiro de 2014. Rocha responde por 35 homícidios e já cumpre pena por roubo e porte ilegal de arma. As penas somadas chegam a mais de cem anos de prisão.

O julgamento de hoje aconteceu no 1º Tribunal do Júri de Goiânia, em sessão foi presidida pelo juiz Eduardo Pio Mascarenhas. Neste julgamento, o Ministério Público acusa Rocha de homícidio duplamente qualificado por motivo fútil e recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

De acordo com a denúncia apresentada pelo promotor de Justiça Maurício Camargos, Bárbara estava em uma praça, no Setor Lorena Park, bairro de Goiânia, esperando a avó, quando Tiago Henrique se aproximou em uma moto e disparou contra o peito da adolescente, que morreu no local.

LEIA TAMBÉM:

Serial killer de Goiânia é condenado a 20 anos de prisão

Serial killer de Goiânia é condenado a mais 20 anos de prisão

O júri popular foi composto por sete pessoas: cinco mulheres e dois homens. O vigilante passou a maior parte do julgamento de cabeça baixa e olhos fechados.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade