Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

SC: sobe para 50 número de cidades em estado de emergência

Temporais que atingiram a região neste fim de semana afetaram mais de 20 000 pessoas, deixando 4 000 desalojados

Por Da Redação 23 set 2013, 20h22

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), decretou estado de emergência em cinquenta cidades do estado após uma frente fria provocar temporais na região, no último fim de semana. Na manhã desta segunda-feira, a Defesa Civil informou que mais de setenta municípios foram atingidos pelas fortes chuvas, afetando mais de 20 000 pessoas, das quais 4 000 ficaram desalojadas.

Leia também:

Chuvas: por que o Brasil não consegue evitar essa tragédia

Chuva deixa mais de 8.000 desabrigados e desalojados no Sul do país

Continua após a publicidade

Entre elas estão Blumenau, Camboriú, Rio do Sul, Lages, Jaguará do Sul e Joinville.

No início da tarde, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSD), sobrevoou as áreas afetadas em companhia do governador para avaliar os estragos provocados pela chuva. Na ocasião, ele prometeu ajuda financeira do governo federal para custear a reconstrução de pontes e estradas danificadas pelas tempestades.

A assessoria da Defesa Civil também comunicou que o nível da água dos rios alagados está baixando e que a chuva já diminuiu de intensidade. A cidade mais atingida pelos temporais foi Blumenau, que contabilizou 281 desalojados, além de 3 176 residências e 958 estabelecimentos comerciais afetados pela inundação. O rio Itajaí-Açu, que corta a cidade, chegou a registrar 10,5 metros acima do normal na madrugada desta segunda.

Atenta ao risco de ocorrerem descargas elétricas e curtos-circuitos nas áreas inundadas, a empresa Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) desligou a energia nessas regiões. A previsão é de que 90% a 95% da energia seja religada durante a noite desta segunda-feira.

De acordo com a empresa, o volume de chuvas que atingiu o estado nos últimos três dias é superior ao dobro da média esperada para todo o mês de setembro, principalmente no Vale do Itajaí, Planalto Sul, Grande Florianópolis, Meio Oeste, Planalto Norte e no Litoral Norte.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)