Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo registra três casos de feminicídio no fim de semana

Daniele de Jesus e Raqueline Correa foram mortas por seus companheiros; Diana Pereira, que estava grávida, foi encontrada morta em um terreno

A capital paulista registrou dois casos suspeitos de feminicídio no fim de semana. A recepcionista Daniele de Jesus Martim, de 38 anos, e a operadora de caixa Raqueline Correa Cavalcante, de 41 anos, foram mortas por seus companheiros, segundo informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Diana Pereira de Trindade, de 24, que estava grávida, foi encontrada morta na região de Perus e a polícia investiga se o crime seria feminicídio.

Um dos acusados, de 49 anos, entregou-se à polícia e confessou ter matado a sua a ex-esposa Daniele na madrugada de sábado, às 4h30, na casa da própria vítima, no bairro de Vila Matilde, Zona Leste. Os policiais encontraram o corpo da mulher debaixo de um cobertor, com uma toalha de mesa amarrada em seu pescoço.

Os policiais também apreenderam um vídeo que mostra o marido entrando na casa de Daniele no horário do crime. Um morador de rua da região, que também foi detido, confessou ter esperado, do lado de fora da casa, enquanto o crime era cometido. Ele recolheu pertences da vítima com a ajuda de um carrinho de supermercado, mas disse não ter ajudado no homicídio.

Outro caso é o de Raqueline, encontrada morta por volta da meia-noite de domingo em sua casa, na região de Parelheiros, Zona Sul. Os policiais encontraram o corpo da vítima em seu quarto com um corte profundo no pescoço, ao lado de uma faca e de uma marreta.

O suspeito foi preso na tarde do último domingo, 28, por policiais militares. O homem foi encaminhado ao Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e ficará detido temporariamente por trinta dias. Foram solicitados, no corpo de Raqueline, exames toxicológico, sexológico e subungueal – que recolhe material da unha da vítima para comparar com o material genético do possível agressor.

(Com Agência Brasil)