Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Santa Catarina registra novo ataque nesta madrugada

Princípio de incêndio foi identificado no Laboratório Bioquímico Laguna

Santa Catarina registrou um novo ataque na madrugada desta quarta-feira, segundo boletim divulgado pela Polícia Militar (PM) do Estado. Por volta das 00h45, um princípio de incêndio foi identificado no Laboratório Bioquímico Laguna. Segundo os bombeiros qua atuaram para conter as chamas, o fogo foi provocado por uma garrafa plástica com gasolina. O proprietário informou à PM que conseguiu verificar, através do sistema de monitoramento, que o fogo foi ateado por um homem calvo de estatura baixa que usava moletom com capuz. A polícia ainda não conseguiu localizar o suspeito.

Leia também:

SC registra nova série de ataques; ex-agente prisional é morto

Santa Catarina sofre mais catorze ataques criminosos

Chega a 3 o total de mortos em onda de ataques em SC

Por volta das 17 horas de terça-feira, a PM prendeu Odair Paulo Correia, de 31 anos, por posse ilegal de arma de fogo de uso restrito no bairro Morar Bem, em São José. Já nesta quarta-feira, a Agência de Inteligência da PM abordou dois menores que confessaram a participação nos atentados contra uma delegacia em Grão Pará e ainda delataram mais três envolvidos – um deles maior de idade. Segundo os suspeitos, os ataques cometidos por eles partiram de Saimon Natan Bittencourt em troca de drogas. Segundo a PM, Bittencourt tem passagem pela polícia e ligação direta com Giliard Antunes Martins, preso em flagrante após atear fogo em um caminhão em Tubarão, no dia 5 de outubro.

A terceira ocorrência se deu na Rua Cingapura, em Camboriú, onde três suspeitos de envolvimento nos ataques foram localizados. No local, a PM encontrou uma garrafa pet com gasolina.