Clique e assine a partir de 9,90/mês

Salvador registra 79 homicídios com greve da PM

Por Da Redação - 5 fev 2012, 11h15

Por Aline Bronzati

São Paulo – O número de homicídios em Salvador (BA) já chega a 79 durante os quase cinco dias de greve da Polícia Militar, conforme balanço da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Os dados são referentes aos casos registrados entre as 21 horas de terça-feira (31), quando os policiais iniciaram a paralisação, até às 7h10 deste domingo. Nesse período, 158 veículos foram roubados e 25 ônibus coletivos foram assaltados.

Somente entre a madrugada e manhã deste domingo, foram registrados oito homicídios, seis roubos de veículos e um assalto a ônibus. Ontem, além de 17 pessoas terem sido mortas, foram registradas 12 tentativas de homicídios e seis roubos a coletivos. O número de carros roubados neste sábado chegou a 45.

A última sexta-feira, no entanto, continua sendo o dia mais violento desde o início da greve dos policiais. De acordo com a SSP-BA, naquele dia foram registrados 32 homicídios e 72 roubos de veículos.

Ontem, a PM recuperou 16 viaturas policiais que foram apreendidas ilegalmente por manifestantes ligados à Associação dos Policiais, Bombeiros e dos seus Familiares do Estado Bahia (ASPRA) em cumprimento a um mandado de reintegração de posse expedido pela justiça baiana. Os carros foram levados para o Departamento de Apoio Logístico.

“Estamos trabalhando junto ao departamento competente da PM para que essas viaturas voltem o mais rápido possível para a operação normal das ruas de Salvador”, afirmou o Coronel Gilson Santiago, diretor de Comunicação da Polícia Militar.

Continua após a publicidade
Publicidade