Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sai a primeira resolução da Rio+20: está dispensada a gravata

Kim Sook, da Coreia do Sul, propõe que Comitê preparatório tenha "código casual de vestimenta": sem terno para os homens e sem formalidades para mulheres

Após dar as boas vindas aos diplomatas e delegados no Comitê Preparatório da Rio+20 e lembrá-los de que eles têm pouco tempo para definir problemas de linguagem, entrar em acordo sobre conceitos e metas e resolver divergências, a primeira proposta do presidente de mesa das negociações, o sul coreano Kim Sook, foi tipicamente carioca. “Me deixe primeiramente propor que as reuniões do Comitê Preparatório tenham um código casual de vestimenta”, disse em seu pronunciamento de abertura. Tradução: homens não precisam de terno e gravata, mulheres podem usar roupas casuais.

Depois da deliberação, Sook organizou os grupos e as divisões temáticas para as negociações, que vão ter início às 10h de cada dia e vão se estender até a noite. Os resultados serão levados diariamente a plenário. No entanto – como há apenas uma equipe de intérpretes – os dois grupos formados terão que expor suas conclusões um após o outro, em uma fila organizada – esta uma dificuldade histórica no Rio de Janeiro.

Presidido pelo embaixador John Ashe, da Antigua e Barbuda, o grupo 1 vai discutir os meios de implementação, que, entre outros temas, aborda a proposta do G-77 para a criação de um fundo de 30 bilhões de dólares anuais para promover o desenvolvimento sustentável, e a criação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Outros subgrupos dentro do grupo 1 abordarão o consumo e a produção sustentáveis, água e mudança climática; oceanos, gênero, educação, saúde, cidades, transporte, mineiração; químicos e desertificação. O grupo 2, presidido pelo próprio Sook, vai tratar das negociações sobre economia verde e sobre o quadro institucional da ONU.

O documento resultante das últimas negociações em Nova York obteve consenso em apenas 20% do seu conteúdo. O Comitê Preparatório terá três dias para resolver a maior parte dos mais de 200 parágrafos com contestações. No entanto, as negociações informais podem ser estendidas até o dia 20, quando tem início a cúpula de chefes de estado.