Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Rio amplia programa Lixo Zero, que multou mais de 2 300

Após Centro e Zona Sul, fiscalização chega agora à Zona Norte da capital

Por Da Redação 24 set 2013, 12h48

O programa da prefeitura do Rio de Janeiro que prevê multas de até 3 000 reais para quem jogar lixo em áreas públicas chegou à Zona Norte da capital. Desde que foi implantado, em agosto, o Lixo Zero já multou 2 333 pessoas no Centro e na Zona Sul.

A fiscalização desta terça-feira começou no bairro da Tijuca. Duas pessoas haviam sido multadas até as 11h – uma por atirar um maço de cigarros no chão, e outra, um palito. Cada uma terá de pagar o valor mínimo, de 157 reais.

De acordo com a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb), 30 profissionais divididos em oito grupos estão percorrendo as ruas e praças da Tijuca desde às 8h. Na próxima semana, os fiscais começarão a multar os que sujam as ruas do bairro do Méier.

Infrações – O valor das multas varia de 157 a 3 000 reais, dependendo do volume do lixo jogado no chão. A quantia mínima é aplicada ao descarte equivalente até o tamanho de uma lata de refrigerante. Até um metro cúbico, o valor sobe a 392 reais. Para volumes maiores, como entulho, paga-se o valor máximo.

As multas são registradas no CPF da pessoa. Se o cidadão se recusar a entregar o documento ao Guarda Municipal, ele será conduzido pela Polícia Militar até a delegacia mais próxima.

Leia também:

Rio começa a multar quem joga lixo no chão

Continua após a publicidade
Publicidade