Clique e assine a partir de 9,90/mês

Restaurante acusado de racismo tinha alimentos vencidos

Por Da Redação - 19 jan 2012, 13h02

Por Solange Spigliatti

São Paulo – Policiais do Departamento de Polícia e Proteção à Cidadania (DPPC) apreenderam, hoje, grande quantidade de alimentos vencidos no Restaurante Nono Paolo, na Rua Abílio Soares, no Paraíso, zona sul de São Paulo.

No mesmo restaurante, um casal de espanhóis acusou funcionários de racismo após terem colocado para fora do estabelecimento o filho adotado, de 6 anos, na noite do dia 30 de dezembro de 2011. A criança, de nacionalidade etíope, teria sido confundida com um pedinte por um funcionário do restaurante. O casal prestou queixa na polícia. O caso está sendo investigado.

Publicidade