Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Quilombolas desocupam sede do Incra no RS

Por Da Redação - 6 out 2011, 18h05

Por Elder Ogliari

Porto Alegre – Os cerca de 70 quilombolas que estavam dentro do prédio do Incra em Porto Alegre deixaram o local na tarde de hoje, 24 horas depois da ocupação. Embora insatisfeito, o grupo aceitou a proposta do superintendente regional da autarquia, Roberto Ramos, e vai aguardar até a próxima quinta-feira (13) por uma sinalização de que o governo federal vai começar a notificar 447 famílias de agricultores de que a área em que estão, nos municípios de Osório e Maquiné, será entregue aos descendentes de escravos que viveram na região. O Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID) que reconhece a área de 4,5 mil hectares como quilombo está aprovado desde março deste ano.

Publicidade