Clique e assine a partir de 9,90/mês

Quem é o ator Mário Frias, cotado para o lugar de Regina Duarte

Alçado a galã em 'Malhação', o carioca, de 48 anos, é um defensor ferrenho do estilo e das ideias do presidente Jair Bolsonaro

Por Sofia Cerqueira - Atualizado em 20 May 2020, 14h36 - Publicado em 20 May 2020, 13h04

Depois de um processo de “fritura” que culminou com a saída hoje de Regina Duarte do cargo de secretária especial de Cultura, o ator carioca Mário Frias, que ganhou fama no fim da década de 1990 como galã do seriado teen Malhação, da TV Globo, é cotado para assumir o cargo.

As especulações sobre a possibilidade de ele vir ocupar a função ficaram mais fortes quando Frias deu uma entrevista à CNN Brasil, em 6 de maio, em que se colocou como uma opção para o presidente Jair Bolsonaro (“Olha só, para ser bem direto para o Jair: para o que ele precisar, estou aqui”). No dia seguinte, fez um post em seu Instagram dizendo que tinha participado de um “debatezinho” e criticou o que chama de “jornalismo sujo”, numa referência aos entrevistadores da emissora.

Os rumores sobre a sua escolha ganharam ainda mais força na manhã da terça-feira 19 , quando Bolsonaro compartilhou em seu perfil numa rede social o próprio vídeo em que o ator, um carioca de 48 anos, se colocava à disposição do presidente. À tarde, Frias ainda foi levado pelo presidente para um almoço no Palácio do Planalto com dirigentes do Flamengo e Vasco, que querem a volta do Campeonato Carioca.

ASSINE VEJA

Covid-19: Amarga realidade As cenas de terror nos hospitais públicos brasileiros e as saídas possíveis para mitigar a crise. Leia nesta edição.
Clique e Assine

A veneração de Mário Frias por Bolsonaro e suas ideias fica evidente em seu perfil no Instagram, com 217 mil seguidores. No dia 3 de maio, por exemplo, postou um vídeo do presidente exaltado dizendo que “chegamos ao limite… e a Constituição será seguida a qualquer preço”. Ainda deixou registrado que estava “#fechadocombolsonaro”. Em 20 de maio, o ator publicou outra entrevista de Bolsonaro e escreveu: “Não existe essa palhaçada de intervenção!!! #Foramaia somos uma democracia consolidada….O maior presidente da história”. Em outro momento, exibiu a participação que fez num programa da TV Bandeirantes em que, mais uma vez, partiu em defesa do mandatário e criticou o ex-ministro da Justiça Sérgio Moro: “O ego está falando mais alto do que o próprio cargo. Não consigo ver vantagem nenhuma em uma pessoa que sai de um lugar sujando o lugar ou falando mal do lugar…”. Em vários posts, ele também exibe denúncias feitas na imprensa contra o governador Wilson Witzel, agora inimigo do presidente. Frias deixa claro em uma postagem o seu estilo, em tom político: “Nem sempre vou dizer o que você quer que eu diga. Isso não significa que não podemos ser amigos”.

Continua após a publicidade

Morador da Barra da Tijuca e surfista, Frias estreou na televisão em 1996, na série Caça-Talentos, estrelada por Angélica. Foi alçado ao posto de galã com o sucesso que fez em Malhação. Ainda na Globo, participou de produções como as novelas Senhora do Destino, na qual teve destaque com o personagem Thomas Jefferson, um deputado corrupto, e As Filhas da Mãe e a minissérie O Quinto dos Infernos. Atuou ainda na TV Bandeirantes, onde participou da novela Floribella, e na Record, de a Bela e a feia e A Terra prometida. Realizou o sonho de ser apresentador, em 2010, no game show O último passageiro, da RedeTV!. Em 2017 e 2018, apresentou o programa Tô de férias, da CVC, no SBT, e no ano seguinte voltou à Globo, onde participou da novela Verão 90. Seu último trabalho é o game show A Melhor Viagem, na RedeTV!. No cinema, Mário Frias participou apenas, em 2004, do curta-metragem Mater Dei, de Ricardo Rama.

Casado com a publicitária Juliana Camatti, o ator é pai de Laura, de 8 anos, e Miguel, de 15, fruto de sua união anterior, com a atriz Nívea Stelmann.

Publicidade