Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Queda de emprego e Dodge nas manchetes de 28/12/17

Cai o número de vagas formais no primeiro mês após a vigência da reforma trabalhista

Queda de emprego e reação da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, contra indulto de Natal concedido pelo presidente Michel Temer estão nas manchetes dos principais jornais do país nesta quinta-feira. Jornais destacam que país registrou perda de 12,3 mil postos em novembro. No Globo, Dodge afirma que decreto de Temer fere a Constituição e recorre ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O Estado de S.Paulo
Brasil perde postos de trabalho, mas montadoras têm reação
O País fechou 12.292 vagas de emprego formal em novembro, primeiro mês da vigência da reforma trabalhista. O número surpreendeu o mercado, que esperava a abertura de até 90 mil postos, e quebrou uma sequência de sete meses de saldo positivo nas contratações. O governo descartou haver relação entre as novas regras de trabalho e o resultado divulgado ontem e projetou a criação de 1,78 milhão de vagas em 2018. 

Folha de S.Paulo
Após 7 meses de alta, Brasil tem queda de emprego
Na opinião de analistas, o resultado negativo é explicado pela economia fraca do país. Novembro tem sido marcado desde 2013 por demissões na indústria e na agricultura. O comércio, por outro lado, compensava com vagas de fim de ano, o que fazia com que o mês fechasse com saldo positivo. 

O Globo
Dodge recorre ao STF contra indulto
Dodge ajuizou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra a medida, polêmica entre procuradores. “O chefe do Poder Executivo não tem poder ilimitado de conceder indulto. Se o tivesse, aniquilaria as condenações criminais, subordinaria o Poder Judiciário, restabeleceria o arbítrio e extinguiria os mais basilares princípios que constituem a República Constitucional Brasileira”, diz o texto.

Valor Econômico
Cade sugere restrição para aprovar operação Itaú-XP
A Superintendência Geral (SG) do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) sugeriu que a autoridade antitruste aprove a compra de fatia minoritária na XP Investimentos pelo Itaú Unibanco mediante a assinatura de um acordo para limitar a influência do Itaú sobre as decisões comerciais da XP, além do que já era previsto no acordo de acionistas entre as partes.

Correio Braziliense
Saúde do DF terá R$ 6,5 bi em 2018
Para o próximo ano, está prevista a destinação de R$ 6,5 bilhões ao setor, cerca de 11% a mais que este ano. Contudo, economistas, observadores da saúde pública do DF e até mesmo integrantes da Secretaria de Saúde acreditam que a receita da pasta deveria variar entre R$ 9 bilhões e R$ 10 bilhões.