Clique e assine a partir de 9,90/mês

PSDB critica mudança de postura do PT sobre privatizações

Representantes do PSDB dizem que petistas aplicaram "estelionato eleitoral" ao conceder aeroportos depois de criticar governo FHC na campanha

Por Gabriel Castro - 7 fev 2012, 17h41

Representantes do PSDB criticaram, nesta terça-feira, a posição dúbia do PT sobre as privatizações. Apesar de criticar os governos tucanos sobre o tema, a presidente Dilma Rousseff decidiu ceder três aeroportos à iniciativa privada. O leilão foi realizado nesta segunda-feira. Em Brasília, a cúpula tucana convocou uma coletiva de imprensa para comentar o assunto. Líder do PSDB na Câmara, Bruno Araújo (PE) foi irônico. “Seja bem vindo, PT, à era das privatizações”. Na avaliação dele, o partido precisa se retratar: “O PT deve desculpas ao PSDB e, sobretudo, à sociedade brasileira. De modo especial, aos eleitores. O processo de privatização dos aeroportos se deu sobre uma agenda que foi, ao longo de sucessivos pleitos eleitorais, renegado pelo PT”, disse.

O líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR), afirmou que o PT aplicou um “estelionato eleitoral”. “Durante a campanha, a candidata Dilma e o PT demonizaram as privatizações para convencer o eleitor a derrotar um candidato que, supostamente, privatizaria o Brasil inteiro”, criticou.

Para o presidente do partido, Sérgio Guerra, os petistas usaram o tema das privatizações para fazer “terrorismo”. Ele reconhece, entretanto, que faltou aos próprios tucanos uma defesa mais enfática das privatizações – inclusive no pleito de 2010: “Nós não valorizamos como deveríamos o nosso legado”, admitiu.

Publicidade