Clique e assine a partir de 9,90/mês

Protestos de sem-teto interditam vias em São Paulo

Manifestantes reivindicam moradia e protestam contra a Copa do Mundo; outros atos estão programados para a tarde em diversas cidades do país

Por Da Redação - 15 Maio 2014, 11h42

(Atualizada às 11h40)

Protestos realizados por grupos ligados ao Movimento dos Trabalhadores Sem Teto bloquearam importantes vias de São Paulo na manhã desta quinta-feira. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o pico de congestionamento na cidade foi de 101 quilômetros às 9h30 – porém, dentro da média para o horário, de acordo com a companhia.

Às 11h30, o índice de tráfego na capitral paulista caiu para 68 quilômetros com a liberação de algumas avenidas interditadas. Ainda há bloqueios parciais na Avenida Paulista e na Marginal Pinheiros, segundo a CET. Pela manhã, trechos da Marginal Tietê, da Radial Leste e o acesso à Rodovia Anhanguera foram interditados.

Cerca de 5.000 manifestantes, que pressionam a administração Fernando Haddad (PT) por moradia desde o início da gestão, também protestaram contra a realização da Copa do Mundo no Brasil. Bloqueios com pneus e madeira foram montados nas pistas próximas ao estádio Itaquerão, palco da abertura da Copa no dia 12 de junho.

Continua após a publicidade

À tarde, são esperados outros protestos e paralisações em diversas cidades do país no chamado Dia Internacional de Lutas contra a Copa, que terá a participação de centrais sindicais – a Força Sindical pretende mobilizar 15.000 funcionários em fábricas do país.

Em Brasília, um grupo de sem-teto invadiu o prédio da empresa proprietária do Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A sede da Terracap, companhia imobiliária do governo do Distrito Federal, foi invadida. A Polícia Militar foi acionada para conter os manifestantes. Segundo o Corpo de Bombeiros, não há registro de feridos. A PM calcula que 500 pessoas participaram da ação.

Publicidade